Técnico de Gana critica árbitro após gol recorde de Ronaldo na Copa do Mundo

DOHA, Catar (AP) — O técnico de Gana, Otto Addo, criticou o árbitro americano que marcou o pênalti que resultou no gol recorde de Cristiano Ronaldo na Copa do Mundo na quinta-feira, chamando-o de “um presente especial”.

Ronaldo venceu e converteu o pênalti no segundo tempo, tornando-se o primeiro jogador masculino a marcar em cinco Copas do Mundo. Portugal venceu o Gana por 3-2.

“Se alguém fizer um gol, parabéns. Mas isso foi realmente um presente. Realmente um presente ”, disse Addo. “O que mais posso dizer? (Foi) um presente especial do árbitro.”

A crítica de Addo ao árbitro americano Ismail Elfath foi tão direta que poderia colocá-lo em apuros com a FIFA.

Quando questionado sobre o que ele achava ser o motivo da derrota apertada de Gana, Addo respondeu: “O árbitro”.

Addo sentiu que o zagueiro de Gana, Mohammed Salisu, não cometeu falta sobre Ronaldo no pênalti e reclamou que os árbitros não usaram o VAR para garantir. A coxa de Salisu pareceu fazer um leve contato com a perna de Ronaldo antes que o capitão de Portugal caísse esparramado no chão.

Ronaldo, de 37 anos, que estava começando o que se espera ser sua última Copa do Mundo, converteu o pênalti para seu pedaço de história.

“Acho que foi realmente a decisão errada”, disse Addo. “Não sei porque não apareceu o VAR. Não há explicação para mim. E então é difícil contra um time de classe mundial quando eles estão liderando.”

Addo é um ex-jogador de Gana de 47 anos que está em seu primeiro trabalho como técnico internacional e em sua primeira Copa do Mundo. Ele disse que até tentou se encontrar com Elfath após o jogo para perguntar sobre o incidente. Addo também reclamou que Elfath havia perdido várias faltas em seus jogadores.

“Eu tentei”, disse Addo. “Perguntei a algumas pessoas de fora da FIFA se posso falar com o árbitro de forma calma e tranquila, mas disseram que ele está em reunião e não é possível.”

___

Cobertura AP da Copa do Mundo: https://apnews.com/hub/world-cup e https://twitter.com/AP_Sports

Leave a Comment