O exercício diário de SEIS MINUTOS que pode ser suficiente para prevenir o Alzheimer

O exercício diário de SEIS MINUTOS que pode ser suficiente para prevenir o Alzheimer

  • Cientistas da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, analisaram 12 pessoas
  • Eles estudaram como aumentar a produção do fator neurotrófico derivado do cérebro
  • Explosões curtas de exercícios intensos aumentaram o BDNF com mais eficiência, descobriram os especialistas

Apenas seis minutos de exercícios de alta intensidade por dia podem ajudar a retardar o início da doença de Alzheimer, sugere uma nova pesquisa.

Os cientistas descobriram que períodos curtos de atividade física intensa podem prolongar a vida útil de um cérebro saudável e retardar o declínio cognitivo.

A equipe, da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, recrutou 12 pessoas como parte de seu estudo.

Eles queriam encontrar a melhor maneira de aumentar a produção de uma determinada proteína, chamada fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF).

Os resultados do estudo, publicados no The Journal of Physiology, revelaram que exercícios breves, mas vigorosos, foram a maneira mais eficiente de aumentar o BDNF, pois aumentaram até cinco vezes em comparação com aqueles que jejuaram ou fizeram exercícios leves

Esta proteína já é conhecida por ser essencial para a formação do cérebro, aprendizado e memória e promove a capacidade do cérebro de formar novas conexões e caminhos.

Estudos em animais mostraram que o aumento da disponibilidade de BDNF estimula a formação e o armazenamento de memórias, melhora o aprendizado e aumenta o desempenho cognitivo.

O QUE É O TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE?

HIIT descreve qualquer treino que envolva uma explosão curta de exercícios de alta intensidade seguidos por uma breve atividade de baixa intensidade, repetidamente.

O exercício médio deve ter cerca de 50% de intensidade. O número de repetições e a duração de cada uma depende do exercício, mas pode ser de apenas três repetições com apenas 20 segundos de exercício intenso.

Não existe uma fórmula específica para o HIIT. Um método comum envolve uma proporção de 2:1 de trabalho para períodos de recuperação, por exemplo, 30 a 40 segundos de corrida forte alternados com 15 a 20 segundos de corrida ou caminhada, repetidos até a falha.

A sessão inteira do HIIT pode durar entre quatro e 30 minutos, o que significa que é considerada uma boa maneira de maximizar um treino em um curto espaço de tempo.

No entanto, as intervenções farmacêuticas – como tomar medicamentos – não foram capazes de aumentar com sucesso a quantidade de BDNF produzida pelo corpo humano.

Os participantes foram analisados ​​​​de perto enquanto realizavam quatro maneiras possíveis de aumentar a proteína.

Isso incluiu jejum de 20 horas, 90 minutos de ciclismo de baixa intensidade, seis minutos de exercícios vigorosos consistindo de 40 segundos de ciclismo e 20 segundos de descanso, ou jejum e exercícios combinados.

Os resultados, publicados no The Journal of Physiology, revelaram que exercícios breves, mas vigorosos, foram a maneira mais eficiente de aumentar o BDNF, pois aumentaram até cinco vezes em comparação com aqueles que jejuaram ou fizeram exercícios leves.

Os pesquisadores sugerem que isso pode ocorrer porque o exercício intenso aumenta o número de plaquetas – que armazenam grandes quantidades da proteína – sendo liberadas pelo corpo.

O principal autor, Travis Gibbons, disse: ‘O BDNF tem se mostrado uma grande promessa em modelos animais, mas as intervenções farmacêuticas até agora falharam em aproveitar com segurança o poder protetor do BDNF em humanos.

“Vimos a necessidade de explorar abordagens não farmacológicas que possam preservar a capacidade do cérebro que os humanos podem usar para aumentar naturalmente o BDNF para ajudar no envelhecimento saudável”.

Um estudo recente também descobriu que atividades diárias de um minuto, como correr para pegar um ônibus, podem ajudar a prolongar a vida.

Pesquisadores do Centro Charles Perkins da Universidade de Sydney descobriram que apenas três a quatro períodos curtos de bufar e bufar durante as tarefas diárias estavam associados a uma redução de 40% na morte precoce.

Também foi associado a uma redução de até 49% no risco de morte relacionada a doenças cardiovasculares, como ataque cardíaco ou derrame.

Em outras notícias de saúde…

Rishi Sunak lidera a condenação do deputado conservador que alegou que a vacina Covid foi ‘o maior crime contra a humanidade desde o Holocausto’: Andrew Bridgen é suspenso pelo partido por discurso antivaxxer no Twitter e avisou que pode ter ‘sangue nas mãos’

Apenas 1 por cento dos britânicos conhecem os sintomas reveladores de cânceres mortais… então faça este teste para ver se VOCÊ se sai melhor

O secretário de saúde Steve Barclay acusa os sindicatos de ambulâncias de colocar os pacientes em risco com planos caóticos para lidar com emergências durante greves – já que os britânicos são instruídos a usar seu ‘bom senso’ e ligar para o 999 apenas para uma emergência de ‘vida ou membro’

QUANTO EXERCÍCIO VOCÊ PRECISA

Para se manter saudável, os adultos de 19 a 64 anos devem tentar ser ativos diariamente e devem fazer:

  • pelo menos 150 minutos de atividade aeróbica moderada, como andar de bicicleta ou caminhada rápida toda semana e
  • exercícios de força em 2 ou mais dias por semana que trabalham todos os principais músculos (pernas, quadris, costas, abdômen, tórax, ombros e braços)

Ou:

  • 75 minutos de atividade aeróbica vigorosa, como corrida ou uma partida de tênis individual, toda semana e
  • exercícios de força em 2 ou mais dias por semana que trabalham todos os principais músculos (pernas, quadris, costas, abdômen, tórax, ombros e braços)

Ou:

  • uma mistura de atividade aeróbica moderada e vigorosa toda semana – por exemplo, 2 corridas de 30 minutos mais 30 minutos de caminhada rápida equivalem a 150 minutos de atividade aeróbica moderada e
  • exercícios de força em 2 ou mais dias por semana que trabalham todos os principais músculos (pernas, quadris, costas, abdômen, tórax, ombros e braços)

Uma boa regra é que 1 minuto de atividade vigorosa oferece os mesmos benefícios à saúde que 2 minutos de atividade moderada.

Uma maneira de fazer os 150 minutos recomendados de atividade física semanal é fazer 30 minutos em 5 dias por semana.

Todos os adultos também devem interromper longos períodos sentados com atividades leves.

Fonte: NHS

Leave a Comment