Japão diz que liberação de água de Fukushima começará na ‘primavera ou verão’ | Notícias de Fukushima

O plano controverso prevê que cerca de 1 milhão de toneladas de água usadas para resfriar os reatores da usina em ruínas sejam lançadas no Pacífico.

O governo japonês disse que começará a liberar água contaminada de Fukushima, a usina nuclear devastada por um tsunami em 2011, no oceano em algum momento “por volta desta primavera ou verão”.

A primavera geralmente começa no Japão em março e o verão em junho.

O Japão aprovou a liberação de mais de 1 milhão de toneladas de água usada para resfriar os reatores desde o derretimento em abril de 2021.

A água, atualmente armazenada em tanques no local da usina em ruínas no nordeste do Japão, seria tratada antes da liberação, mas o plano foi condenado por países vizinhos, nações do Pacífico e comunidades pesqueiras locais que temem que isso afete seus meios de subsistência.

A água, equivalente a cerca de 500 piscinas olímpicas, foi tratada, mas também está sendo novamente filtrada para remover isótopos nocivos. Também será diluído para atender aos padrões internacionais antes de qualquer lançamento no oceano.

O Ministério das Relações Exteriores do Japão disse em julho que os reguladores consideraram seguro liberar a água, que mesmo após a filtragem ainda conterá vestígios de trítio, um isótopo de hidrogênio difícil de separar da água.

A usina de Fukushima foi destruída em março de 2011 por um tsunami desencadeado por um dos terremotos mais fortes já registrados.

Dezenas de milhares de pessoas foram evacuadas após o desastre e as Nações Unidas dizem que cerca de 40.000 pessoas continuam impossibilitadas de voltar para suas casas por causa da contaminação radioativa.

O descomissionamento da usina e a limpeza da radiação devem levar décadas.

O processo está sendo supervisionado pela Tokyo Electric Power, proprietária da usina.

Leave a Comment