Casal nigeriano acusado de conspirar para levar criança ao Reino Unido para extrair órgãos

Ike Ekweremadu, 60, e Beatrice Nwanneka Ekweremadu, 55, foram acusados ​​de conspiração para organizar a viagem de outra pessoa com o objetivo de exploração, ou seja, extração de órgãos, disse a polícia.

Ekweremadu é senador da oposição no estado de Enugu, no sul do país, e também ex-vice-presidente do Senado.

A polícia disse que foi alertada sobre o suposto plano após relatos de possíveis ofensas sob a legislação de escravidão moderna. A criança envolvida foi levada para um local seguro e o trabalho estava em andamento para fornecer apoio adicional.

O casal compareceu ao Tribunal de Magistrados de Uxbridge, em Londres, onde o tribunal foi informado de que a criança envolvida era um menino de 15 anos, informou a BBC.

A promotoria disse ao tribunal que o consentimento do procurador-geral era necessário para que o caso prosseguisse por causa de questões jurisdicionais, acrescentou a BBC, e o casal foi mantido sob custódia até a próxima audiência no tribunal em 7 de julho.

Nem Ekweremadu nem sua esposa puderam ser contatados para comentar.

Leave a Comment