Dani Alves é preso na Espanha por suposta agressão sexual

Barcelona, ​​Espanha — O jogador de futebol brasileiro Dani Alves foi preso na sexta-feira após ser acusado de agredir sexualmente uma mulher na Espanha.

O suposto ato ocorreu em 31 de dezembro em uma boate em Barcelona, ​​disse a polícia à Associated Press.

Alves foi preso após responder a uma intimação da polícia. Ele comparecerá perante um juiz, que decidirá sobre as acusações. Os promotores estaduais pediram que ele fosse preso sem fiança, disse o gabinete do promotor.

Uma acusação de agressão sexual na Espanha pode significar qualquer coisa, desde apalpação sexual não solicitada e indesejada até estupro. A polícia disse que não poderia dar detalhes sobre o caso.

O jogador negou as acusações na semana passada em um vídeo que enviou ao canal de televisão espanhol Antena 3. Embora reconhecesse ter passado pelo clube, disse não conhecer a mulher e que “nunca invadi o espaço pessoal de ninguém”.

Alves, de 39 anos, é um dos jogadores de futebol mais bem-sucedidos, conquistando títulos importantes em vários clubes de elite, incluindo Barcelona, ​​Juventus e Paris Saint-Germain, ao longo de sua longa carreira. Ele atualmente joga pelo clube mexicano Pumas.

O zagueiro foi peça fundamental nos anos dourados do Barcelona, ​​jogando entre 2008-16 no flanco direito do time, atrás de Lionel Messi. Ele venceu a Liga dos Campeões três vezes com o clube catalão, ao qual voltou brevemente na última temporada.

___

Mais futebol AP: https://apnews.com/hub/soccer e https://twitter.com/AP_Sports

Leave a Comment